top of page

Realização

foto.png
2.png

A única certeza que temos é que a safra 23/24, será diferente das safras 21/22 e 22/23, estamos preparados para enfrentá-la?

15.09.2023

Centro de Eventos | UPF

Passo Fundo|RS

OS MAIORES PESQUISADORES DO BRASIL
8 HORAS DE CONHECIMENTO APLICADO
ATUALIZAÇÕES PARA ENFRENTAR A SAFRA 23/24


VAGAS LIMITADAS!!

OBRIGADO PELO CARINHO!

Palestrantes

ALENCAR JÚNIOR ZANON

Alencar Zanon - Editada.png

Doutor em Agronomia pela UFSM e University of Nebraska. Professor Adjunto no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria.

SOJA: POTENCIAL PRODUTIVO E O CLIMA VS A CULTIVAR E O MANEJO:

Nutrição para altas produtividades de lavouras de soja;
A melhor cultivar de soja para sua lavoura;
Qual é o real Potencial produtivo e quais os GAPs de produtividade devemos atacar?
Época de semeadura e demanda hídrica em um cenário de "el niño";
Área foliar mínima necessária e manejo para altas produtividades.

GLAUBER RENATO STÜRMER

Doutor em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria. Pesquisador em Entomologia na CCGL TEC.

MANEJO DE PRAGAS EM SOJA E MILHO + O QUE DEVEMOS SABER SOBRE A NOVA CIGARRINHA DO MILHO?

Manejo das principais pragas da soja;
Ferramentas de controle: resultados e dicas de manejo;
Manejo de percevejos, lagartas, ácaros, tripes, dentre outras pragas potenciais a cultura.

Quais pragas podem beneficiar-se de em diferentes cenários climáticos?
Manejo de prag
as em milho: há uma nova cigarrinha do milho?

  • Características da espécie; 

  • Potencial de danos vs Dalbulus maidis; 

  • Culturas hospedeiras; 

  • Dispersão geográfica conhecida;

  • Como deve ser o manejo para ambas espécies de cigarrinhas em milho?

Manejo de percevejos e lagartas em milho.

Glauber Sturmer - 09.png

MATHEUS ALBERTO CÔNSOLI

Doutor em Engenharia de Produção pela EESC/USP. Sócio fundador da Markestrat Group.

O CENÁRIO DE PROTEÇÃO DE PLANTAS NO NOVO CONTEXTO MACROECONÔMICO

O mercado de insumos e a proteção de cultivos no novo cenário macroeconômico (pós pandemia e conflito na Ucrânia);

Quais os impactos e como está a cadeia de suprimentos atualmente?

Quais as informações são chaves para o agricultor, consultor e distribuidor (revenda e cooperativa) decidir de maneira eficaz na próxima safra?

Quais tendências observadas que impactam o dia a dia do agricultor e da cadeia de insumos?

Tendências a curto e médio prazo observadas no mercado antes e depois da porteira.

matheus consoli.jpeg.jpg

MAURO RIZZARDI

Doutor em Fitotecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É Professor do Programa de Pós-Graduação em Agronomia da UPF e orienta nos Cursos de Mestrado e Doutorado.

MANEJO ASSERTIVO DE PLANTAS DANINHAS PARA A SAFRA 23/24

Dicas para um manejo eficaz e economicamente eficiente de plantas daninhas em soja;

Perdas ocasionadas, manejo e medidas de controle para espécies como:

  • Caruru;

  • Capim pé-de-galinha;

  • Buva;

  • Amargoso;

  • Espécies tradicionais mas resistentes ou tolerantes como: Leiteiro, picão preto, corda de viola, e muito mais.

Recomendações gerais de aplicações e sequenciamento de uso dos principais produtos em pré e pós-emergência;
Mecanismos de ação que podem/devem ser utilizados;
Alterações no manejo no cenário atual de custos dos produtos;

Impactos esperados no manejo de plantas daninhas em um ano com el niño.

Rizzardi - 03.png

RAFAEL ROEHRIG

Doutor em Agronomia pela Universidade de Passo Fundo. Pesquisador e consultor na Agro Tecno Research.

MANEJO DE DOENÇAS EM SOJA, CONSIDERANDO: A NOVA RESISTÊNCIA DA FERRUGEM DA SOJA, AS NOVAS DOENÇAS REGISTRADAS (ANOMALIAS E QUEBRAMENTOS) E O CENÁRIO CLIMÁTICO PREVISTO PARA A SAFRA 23/24

Atualizações de resultados para um manejo eficaz (resultados obtidos nas ultimas safras);
Antigas e novas resistências e seu impacto no manejo e escolha dos fungicidas;
Recomendações do FRAC para um manejo eficiente, proteção da produtividade e dos fungicidas atuais;

Impacto de fatores como escolha de cultivares, época de aplicação, intervalo de aplicação e tecnologia de aplicação no manejo das principais doenças da soja.
O que é e probabilidade de ocorrência no RS de anomalias e quebramento da haste;
Manejo de doenças em um ano de el niño, quais doenças podem ter a ocorrência potencializada e quais orientações para o manejo.

Foto - Rafael Roehrig - 01.png

GERALDO CHAVARRIA

Doutor e pós-doc em fitotecnia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. professor de Fisiologia Vegetal na graduação e pós-graduação em agronomia na Universidade de Passo Fundo (UPF).

A FISIOLOGIA E A SANIDADE DE PLANTAS: O ENTENDIMENTO DA PLANTA COMO UM TODO

Uso de hormônios, bioestimulantes e aminoácidos na construção e manutenção do potencial produtivo:

  • Mobilização de reservas;

  • Aplicação noturna.     

Manejo de estresses:

  • Estresse hídrico e seus impactos fisiológicos.

Nutrição e estímulos na floração;
Indução de defesa das plantas e seus metabolismos secundários;
Interação fisiologia x proteção de plantas de soja x controle químico.
Inoculação e coinoculção:

  • Momentos e interação com outros produtos.

Instalação e manejo de lavouras com alto potencial produtivo.

Geraldo Chavarria (3).png

O QUE DIZ QUEM JÁ É MAIS SOJA?

PARCEIROS

52.png
53.png
54.png
55.png
56.png
57.png
bottom of page